<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=503307386734427&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Financiamento de faculdade: entenda as diferenças

Postado por Dennis Mantovani em 17-07-2019 9:00

Tão difícil quanto o próprio vestibular pode ser a tarefa de arcar com as mensalidades de uma instituição de ensino superior privada. Mas antes de pensar em desistir, saiba que existem algumas opções, como o financiamento de faculdade, que podem te ajudar a realizar o seu sonho.Listamos abaixo as principais opções de financiamento estudantil para te ajudar a entender como cada um funciona e qual seria a melhor opção de acordo com o que você procura.

financiamento de faculdade

Primeiro, o que seria um financiamento de faculdade?

O financiamento de faculdade é uma opção para estudantes que não têm condições de pagar todos os custos que fazem parte de um curso de ensino superior.

As opções de financiamentos estudantis vão desde bolsa integral até o financiamento das mensalidades para pagamento após a graduação. E o estudante ainda pode analisar entre opções vinculadas a programas do governo e os financiamentos privados.

Prouni

Um dos mais conhecidos programas de financiamento estudantil é o Prouni. Criado pelo Ministério da Educação, o programa disponibiliza bolsas integrais e parciais (50%) para cursos de graduação em instituições privadas.

Para concorrer à bolsa, o candidato deve ter prestado o Enem do ano anterior e ter alcançado pontuação igual ou superior a 450 pontos na prova e acima de zero na redação.

Outro requisito para a concessão da bolsa é a comprovação de uma renda familiar bruta mensal de até um salário mínimo e meio ou até três salários mínimos dependendo da porcentagem de desconto solicitada.

Uma das grandes vantagens do Prouni é a possibilidade de se graduar sem precisar pagar nenhuma mensalidade (para os casos de bolsas integrais). Mas para isso é necessário preencher os requisitos citados anteriormente.

Fies

Outra modalidade de financiamento estudantil muito conhecida é o Fies. Também uma iniciativa do Ministério da Educação, essa modalidade possibilita que o estudante pague o valor das mensalidades após a finalização do curso.

Durante a graduação, o aluno arca com os custos que não entram no financiamento e acumula o valor das mensalidades para pagamento posterior com juros zero.

Um dos atrativos desse financiamento, além dos juros zero, é o valor mensal a ser pago após o final do curso. O programa estipula uma mensalidade de acordo com a realidade financeira do profissional recém-formado.
 

VEJA TAMBÉM

 

Financiamento privado

Um dos modelos de empréstimo estudantil menos conhecido é o financiamento privado. Muitas faculdades já oferecem um financiamento próprio para aqueles que não preenchem os requisitos das opções anteriores.

Essa modalidade de financiamento estudantil pode ser vinculada a organizações financeiras especializadas em crédito universitário (como o Pra Valer e o Fundacred).

Agora é com você!

Pesquise, analise e busque a opção mais adequada para esse primeiro passo na sua carreira.

Baixe o e-book aqui! Financiamento estudantil

Tópicos: Graduação, financiamento de faculdade

Os melhores se formam aqui!

Fundada em 2002, a Unidade de Ensino Superior Dom Bosco nasce com o propósito de formar profissionais competentes e socialmente responsáveis.

Colecionamos selos de qualidade em todos os cursos, notas máximas no ENADE e reconhecimento por conselhos de classes profissionais são uma constante na UNDB.

Inscreva-se para receber novidades!

Postagens recentes

Postagens por área

veja mais