<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=503307386734427&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Engenharia de Produção: salário e mercado

Postado por Dennis Mantovani em 09-07-2019 9:00

No passado, medicina e direito ganhavam em disparado como as profissões mais desejadas. Mas isso mudou e hoje várias áreas compõem essa lista, uma delas é a Engenharia. Dentre seus profissionais, os engenheiros de produção estão no ranking das carreiras mais promissoras do país. Se você ainda não decidiu qual graduação fazer, um pouco mais de conhecimento a respeito da Engenharia de Produção, salário e mercado dessa área pode lhe dar um “empurrão”!

Neste post, você saberá o que espera por esse profissional no mercado de trabalho. Por isso, separamos para você os seguintes assuntos:

  • Possibilidades de atuação do engenheiro de produção;
  • Expectativa das empresas quanto ao profissional;
  • Engenharia de produção: salário e benefícios;
  • Emprego dos sonhos dos engenheiros de produção.
engenharia-de-produção-undb

Possibilidades de atuação do engenheiro de produção

A graduação em Engenharia de Produção é altamente multidisciplinar, abrindo um mundo de possibilidades dentro do mercado de trabalho mesmo durante o curso. Como seus princípios básicos se aplicam a todas as indústrias, o profissional pode trabalhar em inúmeros setores, incluindo:

  • alimentos e bebidas;
  • biotecnologia;
  • fármacos e cosméticos;
  • plásticos;
  • petróleo;
  • óleos; etc.

Expectativa das empresas quanto ao profissional

Os contratantes esperam que o engenheiro de produção atue como um expert, melhorando os processos de fabricação, aumentando sua qualidade e eficiência por meio de métodos mais econômicos. Além disso, eles esperam reduzir o impacto da produção sobre o meio ambiente, uma vez que, hoje a sustentabilidade é de grande importância para as empresas.

Elas esperam se deparar com designers, pensadores analíticos e criativos, capazes de operar por sua própria iniciativa. No entanto, os engenheiros de produção também podem ser contratados para atuar como membros de uma equipe multidisciplinar de profissionais.

VEJA TAMBÉM

 

Engenharia de produção: salário e benefícios

Como dissemos, essa é uma das carreiras mais promissoras do país, portanto os ganhos são bastante atraentes. 

A remuneração dos engenheiros, em geral, é regulamentada pela lei 4.950-A/66, promulgada em 1996. Com ela, independentemente do local de trabalho dentro do território nacional, eles recebem o equivalente a seis salários-mínimos por uma jornada de seis horas. Com o salário-mínimo de hoje (R$ 998) uma jornada de seis horas diárias rende R$ 5.988/mês, tornando esta uma das profissões mais bem pagas do Brasil!

Muito interessante, né? Uma recompensa pelas noites de estudo mal dormidas!

E não é só isso! Conforme ganha experiência e prestígio — qualidades que podem ser trabalhadas pelo próprio contratante, por meio de um plano de carreira — o profissional aumenta vertiginosamente sua expectativa de salário. Um diretor industrial, por exemplo, ganha em média R$ 27.182,00 atualmente.

Emprego dos sonhos dos engenheiros de produção

O objetivo de todo bom profissional é trabalhar onde lhe ofereça os melhores benefícios e um sólido plano de carreira. Mas, apesar da existência da lei reguladora do salário dos engenheiros, a regra existe para que eles não ganhem muito abaixo da média nacional. Assim, a atratividade do salário pode ser maior ou menor, dependendo da empresa.

Um caso bem interessante é o da Petrobras, onde a média de ganho bruto mensal para quem atua como engenheiro de produção é de R$ 12.250. Além desse valor bruto, a empresa também paga um acréscimo médio de R$ 1.103 por mês, em Participação nos Lucros e Resultados. É ou não é o sonho de qualquer jovem engenheiro?

Claro que para ter um bom currículo deve-se começar a ir em busca disso desde a graduação, participando do maior número de atividades acadêmicas e dando o máximo de si durante os estágios. O mercado de trabalho é muito exigente e seleciona os mais competentes. Então, o que garante para a Engenharia de produção salário e sucesso na carreira, depende grandemente do empenho do profissional.
Esperamos que você tenha gostado do post! Caso tenha interesse em se aprofundar um pouco mais sobre esse curso, baixe agora o nosso Ebook!

Nova call to action

Tópicos: Engenharia de Produção, Graduação, Engenharia de Produção salario

Os melhores se formam aqui!

Fundada em 2002, a Unidade de Ensino Superior Dom Bosco nasce com o propósito de formar profissionais competentes e socialmente responsáveis.

Colecionamos selos de qualidade em todos os cursos, notas máximas no ENADE e reconhecimento por conselhos de classes profissionais são uma constante na UNDB.

Inscreva-se para receber novidades!

Postagens recentes

Postagens por área

veja mais