<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=503307386734427&amp;ev=PageView&amp;noscript=1">

Engenharia de Produção: salário e mercado

Postado por Dennis Mantovani em 09-07-2019 9:00

No passado, medicina e direito ganhavam em disparado como as profissões mais desejadas. Mas isso mudou e hoje várias áreas compõem essa lista, uma delas é a Engenharia. Dentre seus profissionais, os engenheiros de produção estão no ranking das carreiras mais promissoras do país. Se você ainda não decidiu qual graduação fazer, um pouco mais de conhecimento a respeito da Engenharia de Produção, salário e mercado dessa área pode lhe dar um “empurrão”!

Neste post, você saberá o que espera por esse profissional no mercado de trabalho. Por isso, separamos para você os seguintes assuntos:

  • Possibilidades de atuação do engenheiro de produção;
  • Expectativa das empresas quanto ao profissional;
  • Engenharia de produção: salário e benefícios;
  • Emprego dos sonhos dos engenheiros de produção.
  • engenharia-de-produção-undb

Possibilidades de atuação do engenheiro de produção

A graduação em Engenharia de Produção é altamente multidisciplinar, abrindo um mundo de possibilidades dentro do mercado de trabalho mesmo durante o curso. Como seus princípios básicos se aplicam a todas as indústrias, o profissional pode trabalhar em inúmeros setores, incluindo:

  • alimentos e bebidas;
  • biotecnologia;
  • fármacos e cosméticos;
  • plásticos;
  • petróleo;
  • óleos; etc.

Expectativa das empresas quanto ao profissional

Os contratantes esperam que o engenheiro de produção atue como um expert, melhorando os processos de fabricação, aumentando sua qualidade e eficiência por meio de métodos mais econômicos. Além disso, eles esperam reduzir o impacto da produção sobre o meio ambiente, uma vez que, hoje a sustentabilidade é de grande importância para as empresas.

Elas esperam se deparar com designers, pensadores analíticos e criativos, capazes de operar por sua própria iniciativa. No entanto, os engenheiros de produção também podem ser contratados para atuar como membros de uma equipe multidisciplinar de profissionais.

Engenharia de produção: salário e benefícios

Como dissemos, essa é uma das carreiras mais promissoras do país, portanto os ganhos são bastante atraentes. 

A remuneração dos engenheiros, em geral, é regulamentada pela lei 4.950-A/66, promulgada em 1996. Com ela, independentemente do local de trabalho dentro do território nacional, eles recebem o equivalente a seis salários-mínimos por uma jornada de seis horas. Com o salário-mínimo de hoje (R$ 998) uma jornada de seis horas diárias rende R$ 5.988/mês, tornando esta uma das profissões mais bem pagas do Brasil!

Muito interessante, né? Uma recompensa pelas noites de estudo mal dormidas!

E não é só isso! Conforme ganha experiência e prestígio — qualidades que podem ser trabalhadas pelo próprio contratante, por meio de um plano de carreira — o profissional aumenta vertiginosamente sua expectativa de salário. Um diretor industrial, por exemplo, ganha em média R$ 27.182,00 atualmente.

Emprego dos sonhos dos engenheiros de produção

O objetivo de todo bom profissional é trabalhar onde lhe ofereça os melhores benefícios e um sólido plano de carreira. Mas, apesar da existência da lei reguladora do salário dos engenheiros, a regra existe para que eles não ganhem muito abaixo da média nacional. Assim, a atratividade do salário pode ser maior ou menor, dependendo da empresa.

Um caso bem interessante é o da Petrobras, onde a média de ganho bruto mensal para quem atua como engenheiro de produção é de R$ 12.250. Além desse valor bruto, a empresa também paga um acréscimo médio de R$ 1.103 por mês, em Participação nos Lucros e Resultados. É ou não é o sonho de qualquer jovem engenheiro?

Claro que para ter um bom currículo deve-se começar a ir em busca disso desde a graduação, participando do maior número de atividades acadêmicas e dando o máximo de si durante os estágios. O mercado de trabalho é muito exigente e seleciona os mais competentes. Então, o que garante para a Engenharia de produção salário e sucesso na carreira, depende grandemente do empenho do profissional.
Esperamos que você tenha gostado do post! Caso tenha interesse em se aprofundar um pouco mais sobre esse curso, baixe agora o nosso Ebook!

Nova call to action

Tópicos: Engenharia de Produção salario

Os melhores se formam aqui!

Fundada em 2002, a Unidade de Ensino Superior Dom Bosco nasce com o propósito de formar profissionais competentes e socialmente responsáveis.

Colecionamos selos de qualidade em todos os cursos, notas máximas no ENADE e reconhecimento por conselhos de classes profissionais são uma constante na UNDB.

Inscreva-se para receber novidades!

Postagens recentes